Rebeca Gusmão posa grávida e fala do filho, Zeus: ‘É meu renascimento’

0
556

Rebeca Gusmão (Foto: Fábio Carvalho / Divulgação)

Rebeca Gusmão exibe o barrigão de oito meses de gestação de Zeus, seu primeiro filho (Foto: Fábio Carvalho / Divulgação)

Rebeca Gusmão não acredita em coincidências. “Tudo já estava escrito para mim”, diz, sem dar bola para clichês. Para a ex-nadadora, que foi acusada de dopping em 2007, banida da natação em 2009 e que tentou se matar duas vezes em 2013, o final feliz ainda estava por vir. E chegou quando ela menos esperava: no ano passado, mesmo tomando pílula anticoncepcional, engravidou. Agora, aos 31 anos, ela se prepara para dar à luz Zeus, previsto para nascer no fim de julho.

“Vejo como um final feliz mesmo, um recomeço. É o meu renascimento. Zeus é a resposta de muita coisa na minha vida. Hoje, não olho para trás e fico me perguntando por que tudo aconteceu desta forma. Todo este caminho foi para eu ficar forte, amadurecer, e tê-lo com a pessoa certa. Tinha que ser assim”, acredita ela, que namora o empresário André Luiz há dois ano e meio.

O casal não mora junto e tampouco pensou em juntar os trapos após Rebeca engravidar. “Nossa relação é a melhor possível. Ficamos dois ou três dias longe para cada um ter seu tempo sozinho e dar saudade. Ver de domingo a domingo é chato, a gente acaba levando problema para dentro de casa. Desta forma não temos encheção de saco. Nunca brigamos, sempre foi assim”.

Rebeca Gusmão (Foto: Fábio Carvalho / Divulgação)Rebeca mora em Brasília, onde Zeus deve nascer
até o fim de julho (Foto: Fábio Carvalho/Divulgação)

A libido aumentou
Rebeca diz fazer ainda mais sexo durante a gravidez.”A libido aumentou muito, é uma coisa de doido. E dá para transar normal, basta acertar a posição e ter criatividade. Mesmo agora, com barrigão, por que não? O menino não sabe o que está acontecendo, a minha sensação de felicidade é a dele também(risos)“.

Ela ainda acha graça de quem acreditava que ela era homossexual. “Morro de rir. A imaginação do ser humano é fértil, ? Preservo muito meu relacionamento com o André. Mas e se eu fosse ter um filho com uma companheira, qual seria o problema? Não sou preconceituosa. Se meu filho fosse ter duas mães, as pessoas saberiam. Eu poderia me apaixonar por uma mulher também, mas isso nunca aconteceu. Já me diverti com mulheres na noite, de ir para a cama por diversão. Mas nunca me apaixonei, sempre achei as mulheres chatas e complicadas. Já sofri muito preconceito, inclusive por causa disso. Mas acho muito bacana, a gente tem que se apaixonar pelo ser humano, pelo que a pessoa é, e só depois olhar gênero, etnia, religião… Se tem vagina ou pênis é o de menos”.

Rebeca Gusmão (Foto: Fábio Carvalho / Divulgação)Rebeca Gusmão espera um filho do empresário
André Luiz, seu namorado há dois anos e meio 

‘Não tenho casa própria nem carro’
Rebeca se divide entre a casa dos pais e a de André, em Brasília. Por isso, não montou um quartinho para o filho que está prestes a nascer. “Mas ele já tem um enxovalzinho pronto”, afirma ela, que teve que interromper o trabalho como personal trainer por conta da gestação. “Dar aula é meu ganha-pão, por isso não vejo a hora de voltar. No início da gravidez sentia muito enjoo e sono, tanto que achei que estava com úlcera antes de saber que estava grávida. Era impossível dar aula assim. E agora não posso carregar peso. Conto com a ajuda dos meus pais e do pai do Zeus. Se não fossem meus pais e meu companheiro, estaria na rua. Não tenho casa própria nem carro, nada”.

A ex-nadadora ainda tem receio do que está por vir depois do nascimento do filho. “Essa crise pegou todo mundo, e a minha profissão é de luxo. É um serviço caro e é claro que as pessoas acabam reduzindo isso. Antes, tinha 14 alunos que pagavam R$ 1 mil para ter duas aulas por semana. Agora não sei ainda como será. Mas a gente tem que se reiventar. Ficar na cama pensando na vida não vai ajudar”.

Rebeca Gusmão (Foto: Fábio Carvalho / Divulgação)Rebeca vai lançar sua autobiografia em julho
(Foto: Fábio Carvalho / Divulgação)

Autobiografia
Enquanto isso, Rebeca tem colocado sua energia no lançamento da autobiografia. “Comecei a escrever o livro em 2007, quando tudo começou a acontecer comigo, e fui guardando. Eu falava que precisava de um final feliz. Quando descobri que estava grávida, vi que era a hora de lançá-lo”, conta ela, que, na obra, revela os momentos que passou com depressão – ela só deixou de tomar antidepressivos agora, na gestação.

“Foi importante escrever porque revivi muita coisa. Eu podia realmente ter morrido, foram duas tentativas de suicídio. Na primeira vez tomei comprimidos, e na segunda ingeri água sanitária, remédio e veneno de rato. Era para valer. Meu pai e minha irmã me socorreram, eu já estava em coma. Não sei como sobrevivi”.

Olimpíada 2016
Zeus vai nascer praticamente junto com a Olimpíada Rio 2016, e Rebeca pretende assistir a tudo em casa, com o bebê no colo e o amamentando – o que pretende fazer até o menino completar 1 ano de idade. A ex-atleta diz que só gosta de conferir as partidas finais ou provas rápidas de natação ou atletismo. “Nunca tive saco para assistir a esporte nenhum”, dispara. Melancolia, porém, passa longe, garante ela.

“Já ganhei minha medalha de ouro antes de todo mundo, então não tem essa de melancolia. Acho que este momento que o país vive não cabia uma Olimpíada, mas já que vai acontecer, temos que aproveitar para tocar novos talentos. Muita gente diz que começou a nadar por minha causa. O Brasil precisa viver algumas alegrias, e o esporte ajuda com isso”.

Produção: Dai Schmidt e Debora Dantas / Assistente de fotografia: Rafael Luz / Maquiagem e cabelo: Oliver / Apoio: Leles produções Artísticas

Rebeca Gusmão (Foto: Fábio Carvalho / Divulgação)Rebeca Gusmão (Foto: Fábio Carvalho / Divulgação)
Rebeca Gusmão (Foto: Fábio Carvalho / Divulgação)Rebeca Gusmão (Foto: Fábio Carvalho / Divulgação)
Rebeca Gusmão (Foto: Fábio Carvalho / Divulgação)Rebeca Gusmão (Foto: Fábio Carvalho / Divulgação)
Rebeca Gusmão (Foto: Fábio Carvalho / Divulgação)Rebeca Gusmão (Foto: Fábio Carvalho / Divulgação)
Rebeca Gusmão (Foto: Fábio Carvalho / Divulgação)Rebeca Gusmão (Foto: Fábio Carvalho / Divulgação)
Rebeca Gusmão (Foto: Fábio Carvalho / Divulgação)Rebeca Gusmão (Foto: Fábio Carvalho / Divulgação)
Rebeca Gusmão (Foto: Fábio Carvalho / Divulgação)Rebeca Gusmão (Foto: Fábio Carvalho / Divulgação)
Por Ana Paula Andrade Do EGO

NO COMMENTS

LEAVE A REPLY